sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Paraguai pode ser solução de produção mais barata e sem burocracia para empresas brasileiras

O Paraguai vem sendo considerado a “China da América do Sul”. Nos últimos dez anos, vem registrando crescimento médio de 4,5% ao ano e a inflação está sob controle há 20 anos, ao redor de 5% ao ano. O país também possui acordos internacionais como Mercosul, Aladi e SGP – Sistema Geral de Preferências, da União Europeia. Além disso, o Paraguai também oferece incentivos para exportação como a Lei da Maquila e a Lei da Zona Franca, sendo de 1% e 0,5%, respectivamente, a alíquota de tributação dessas receitas. Tudo isso é um prato cheio para atração de investimentos estrangeiros e vem sendo cada vez mais uma opção para as empresas brasileiras. O Brasil já responde por dois terços dos investimentos feitos no país. Você tem interesse na pauta? CONTINUE LENDO EM RADIANTE RECREIO

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Tudo que você sempre quis saber sobre assessoria de imprensa mas não teve coragem de perguntar

*Vera Lucia Rodrigues
Assessoria de imprensa é um conceito do âmbito da comunicação, sendo uma ferramenta responsável pela relação com a mídia que envolve áreas como publicidade, relações públicas, jornalismo e propaganda. É muitas vezes feita por uma agência ou um departamento de relações públicas.
Aí você começa a pesquisar na internet, que é uma das formas mais rápidas e mais baratas de se fazer uma consulta, e chega a inúmeras definições. A wikipedia, por exemplo, define assessoria de imprensa como um dos instrumentos de comunicação desenvolvido para as organizações, sendo inerente as atividades da área de comunicação. Sua principal tarefa é tratar da gestão do relacionamento entre uma pessoa física, entidade, empresa ou órgão público e a imprensa.
No Brasil, os profissionais que desempenham a função de assessoria de imprensa costumam ter formação em jornalismo e relações públicas. Em alguns países, a função não é exatamente de um jornalista, mas pode ser feita também por relações públicas e pessoas com formação em comunicação.
Em linhas gerais, a principal função da assessoria de imprensa é servir como ponte entre o cliente atendido e os veículos de comunicação.
Mas, de verdade, qual é a proporção que uma boa assessoria de imprensa pode assumir dentro do contexto corporativo? Ela pode ir muito além da fixação da marca, do auxiliar do marketing ou da ponte entre imprensa e universos corporativos. Ela pode se tornar uma forma permanente de relacionamento com o mercado via formador de opinião. Ela pode sim se transformar em um excelente sistema de gestão, permitindo que a empresa se coloque no mercado de forma sustentável, limpa e transparente, como exigem boas regras de compliance.
Lógico que ações pontuais também valem, também se prestam a expor de forma saudável lançamentos, exportações, novos investimentos, aquisição de equipamentos e até mesmo novas aplicações para velhos produtos, mas a essência é outra. É criar uma prática de exposição junto ao mercado, não apenas porque o marketing quer um jornalista falando sobre o produto, não apenas porque os gestores precisam que os produtos sejam conhecidos nos mercados a que se destinam, mas porque toda a empresa precisa de uma estratégia para construção de sua imagem. Ela sempre precisa estar relacionada a algo ou alguém e precisa ter relevância, engajamento e credibilidade, atributos só conquistados com muita exposição e exposição positiva, deve-se ressaltar.
Além da publicidade e da propaganda, ferramentas indispensáveis para garantir vendas, é preciso investir na transparência, na comunicação, que, aparentemente, não deve ter  o objetivo da venda, do convencimento, mas sim do esclarecimento e sustentabilidade nos processos, para que os consumidores se sintam conscientes dos produtos que estão adquirindo e da utilidade que representam, porque conhecem profundamente, através dos devidos esclarecimentos e serviços prestados por um bom sistema de assessoria de imprensa.
*Vera Lucia Rodrigues é mestre em comunicação social, com ênfase em jornalismo e diretora da Vervi Assessoria, empresa que há mais de 35 anos desenvolve projetos na área de comunicação corporativa.

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Simon & Garfunkel in "The Sound of Silence"

Simon & Garfunkel - The Sound of Silence A mesma música , os mesmos cantores, na multidão que aplaude e vive esses momentos mágicos desses tempos Radiante , o mesmo entusiasmo, as mesmas expressões, e as ovações compassadas, em todos os dois vídeos que ainda marcam nesses vídeos os milhões de acessos no Youtube, Confira,,,e reviva esses momentos de tempos Radiante que não acabam jamais. (A de Antonio ) Crie também seus momentos radiantes e mande aqui pra nós pra fazer parte desses nossos Tempos Radiante Simon & Garfunkel : The Sound of Silence 1966 (live): Simon And Garfunkel - The Sound Of Silence (with lyrics)

sábado, 23 de abril de 2016

A Previdência Social em debate ...

Previdência Social em dados
*Clemente Ganz Lúcio
 
O governo tomou a inciativa de colocar a questão da previdência social em debate com vistas a encaminhar uma nova proposta de reforma. A Câmara dos Deputados também atua para criar uma comissão para tratar do assunto. A sociedade e os trabalhadores estão, mais uma vez, diante de um debate e tratamento propositivo para o sistema de seguridade e previdência social.
 
As Centrais Sindicais já manifestaram seu posicionamento de partida, afirmando que estão permanentemente comprometidas com o debate sobre a seguridade e previdência social no que se refere à plena promoção dos direitos, ao financiamento sustentável do sistema e às várias dimensões da gestão. Ao mesmo tempo, afirmaram que consideram inoportuno encaminhar uma reforma nesse momento, tendo em vista que: o Congresso recentemente aprovou mudanças (regra 85/95), em implantação, ainda pouco compreendidas pelos trabalhadores e; a crise política e econômica cria enormes dificuldades para que esse debate e encaminhamento ocorram em condições serenas. Consideram ainda que não há sentido na urgência para propor, em dois meses,um projeto de reforma com impactos para décadas futuras.
 
Vale lembrar que, em 2007, o Fórum Nacional de Previdência Social debateu, durante um ano,uma vasta agenda, convergindo para acordos em muitos aspectos. Há, portanto, um tempo para que o diálogo social se transforme em propostas e projetos que, uma vez debatidos com a sociedade e nos espaços institucionais devidos, transformem-se em regras que regularão a vida das pessoas por décadas.
 
Conforme acordado recentemente no Fórum de Debates, nessa semana, foi iniciado o trabalho do grupo técnico que atualizará o diagnóstico sobre a situação atual da seguridade e previdência social, bem como apresentará os parâmetros para um olhar de futuro que indique as tendências demográficas, econômicas e fiscais que trazem impactos ao sistema.
 
Por delegação das Centrais Sindicais, o DIEESE participa do grupo técnico. Trata-se de um esforço compartilhado no sentido de produzir e organizar um conjunto robusto de informações e estatísticas validadas por governo, empresários e trabalhadores, que venha a se constituir na base comum cognitiva para apoiar os debates futuros. Para tal tarefa, o DIEESE está mobilizando uma rede de especialistas para colaborar com as Centrais Sindicais no trabalho.
 
Os números devem iluminar a capacidade coletiva para avaliar as questões que mobilizarão os debates. Esse trabalho técnico deve produzir bases de conhecimento que qualifiquem um bom entendimento sobre o presente e permitam que o olhar sobre as tendências de futuro seja feito com relativo conforto, considerando o nível de incerteza desse exercício prospectivo.
 
A análise e interpretação dos números, assim como o conhecimento da experiência internacional, gerarão uma relação de questões e desafios a serem debatidos nos espaços de diálogo social. Será necessário um tempo de maturação política.
 
A promoção dos direitos - uma decisão política - requer viabilizar a capacidade econômica capaz de sustentá-los, na dimensão produtiva e distributiva, em termos de riqueza e renda. Cada aspecto da realidade ou das normas da vida em sociedade está relacionado com o todo, exigindo, em cada projeto de reforma (tributária, política, fiscal, previdenciária, entre tantas outras), transformações que reequilibrem as condições e regras,visando justiça e igualdade.
 
*Clemente Ganz Lúcio é  Sociólogo, diretor técnico do DIEESE, membro do CDES – Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social e do Grupo Reindustrialização

terça-feira, 5 de abril de 2016

Túnel do Tempo é o novo projeto do compositor e cantor Aníbal Werneck de Freitas

Aníbal Werneck em seu novo projeto Túnel do Tempo,em seu blog SOMBUQUE PUBLICA SUAS CANÇÕES DA FASE "COSMONAUTA APAIXONADO". Que tal curtir o vídeo abaixow Você vai ver um Aníbal dos anos 60. Seu álbum musical foi composto e curtido pelos amigos na época (lançado em 1968 ) e agora você pode ver,  ouvir graças ao fenômeno INTERNET. Veja e sinta como e por que Tempos Radiante não morrem jamais... 

Acompanhe o TÚNEL DO TEMPO de Aníbal no SOMBUQUE

Mais comentário em RADIANTE RECREIO